Anglo Paulínia Investe em bem-estar e tecnologia


Escola inaugurou Refeitório na Unidade José Paulino, lagos com jardins e peixes nas duas unidades e está implantando o Google For Education e preparando as salas Google e os laboratórios Maker

POR FERNANDA MARQUES VALENTE
FOTOS: DIVULGAÇÃO/ANGLO PAULÍNIA

Refeitório: novo ambiente conta com cozinha toda equipada, novas mesas e cadeiras para acomodar melhor
os estudantes, bancadas com tomadas disponíveis, cantina para lanches e bebidas e sistema self-service no almoço

O Anglo Paulínia não para de inovar e de investir em melhorias para seus alunos. Prova disso é que recentemente a escola inaugurou um refeitório na Unidade José Paulino. O novo ambiente conta com cozinha toda equipada, novas mesas e cadeiras para acomodar melhor os estudantes, bancadas com tomadas disponíveis, cantina para lanches e bebidas, sistema self-service no almoço, além de ser um espaço novinho e aconchegante para os alunos desfrutarem em seus intervalos.

Novidade: lago com jardim e peixes ornamentais na Unidade José Paulino

Esse espaço amplo e aconchegante atende os alunos do Ensino Fundamental 2, Médio e Pré-Vestibular, e foi construído durante as férias do meio do ano, período no qual também foram instalados dois lagos (um em cada unidade) com peixes, cascata e jardim em volta, além das manutenções de rotina para o melhor funcionamento da escola.

 

O Refeitório faz parte de um conjunto de investimentos da escola que visa trazer conforto e bem-estar para seus alunos.

A inovação das ferramentas Google chegam para simplificar tarefas, aumentar a colaboração e expandir os limites da sala de aula

A tecnologia vem mudando a maneira como as coisas são feitas. A era digital veio para ficar e, com ela, também vieram novos comportamentos, novas formas de comunicação, compartilhamento, e claro, novas formas de ensinar e aprender.

O G Suite for Education é o conjunto de aplicativos Google para educação que está sendo implantando no Anglo Paulínia para alunos, professores e colaboradores. “Com novos recursos, a maneira de ensinar e aprender passará por uma transformação inovadora e relevante, tornando o aprendizado ainda mais enriquecedor. Estamos disponibilizando recursos de acessibilidade integrados para os alunos que terão suas necessidades e estilos de aprendizagem respeitados individualmente”, afirma o diretor Adilson Alves, sócio mantenedor do Anglo Paulínia.

Airton Rodrigues, o também diretor e sócio mantenedor, completa. “Acreditamos que o uso da tecnologia Google aliada a uma proposta pedagógica pode contribuir significativamente na preparação de nossos alunos em vários âmbitos de sua vida, seja pessoal, familiar, profissional, enfim. Estamos muito empolgados com essa novidade”.

Os diretores revelam que foram construídas novas salas nas duas unidades para abrigar as “salas Google”, que são ambientes inovativos, multiusos, com uma abordagem totalmente diferente da tradicional.

Laboratório Maker

Outra novidade que chega prometendo revolucionar o ensino é o Laboratório Maker. “Dar liberdade para nossos alunos usarem sua criatividade para criarem seus próprios projetos e encontrarem soluções para problemas, seja do cotidiano ou aqueles latentes da sociedade. Esses são alguns dos objetivos dos laboratórios Maker que estão sendo implantados nas duas unidades da nossa escola”, explica Alves.

Atração: alunos adoram ficar olhando os peixinhos no lago que foi feito durante as férias do meio do ano

Os diretores contam que nesses espaços serão fornecidas ferramentas – desde as mais básicas como chave de fendas e martelo, até equipamentos de fabricação digital, como ferramenta de prototipagem rápida – para que o aluno possa se expressar através de seus próprios projetos.

“A sala está sendo concebida para ser um ambiente multidisciplinar e democrático. Professores de todas as disciplinas terão acesso à sala, porém, eles serão apenas tutores, interferindo o mínimo possível nas formas de criação dos alunos, apenas orientando-os ou guiando-os, mas nunca dando a solução. A ideia é que, mais uma vez, nossos alunos sejam protagonistas de suas próprias conquistas”, arremata Rodrigues.