Bairros de Paulínia ganham pontos fixos para descarte de entulhos


Cerca de 70 caçambas já foram distribuídas pela cidade

Para otimizar a utilização das caçambas de descarte de entulhos provenientes de pequenos geradores (residenciais), a Prefeitura Municipal de Paulínia, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, iniciou a implantação de pontos fixos de descarte em diversos bairros da cidade.

Ao todo, 69 caçambas permanentes já foram implantadas e ficarão à disposição dos cidadãos em tempo integral. A coleta do entulho depositado corretamente nos pontos fixos de descarte será realizada periodicamente. “Outros pontos ainda estão em estudo e em breve esse número será expandido”, afirma o secretário de Serviços Públicos, Valdir Terrazan.

A iniciativa, de acordo com a Secretaria, substitui o antigo serviço prestado pela Municipalidade que oferecia caçambas nas portas das residências, cumprindo, assim, o que dita o 4º capítulo do Plano Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, criado em consonância com a Lei Federal nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

“Tanto a Lei Federal quanto o PMGRS deixam claro que o descarte dos resíduos gerados em ambientes privados é de responsabilidade do agente gerador. Com a implantação dos pontos fixos nós garantimos que os cidadãos tenham locais adequados para a realização deste descarte, evitando, assim, a criação de pontos clandestinos de depósito de entulho”, esclarece Terrazan.

O secretário informa ainda que foram realizadas operações de limpeza nas regiões em que as caçambas já foram implantadas e que as ações devem prosseguir no decorrer das próximas semanas.

“Estamos com uma força tarefa nas ruas para realizar a limpeza de todas as regiões da cidade. Porém, reforço que é preciso contar com a colaboração dos cidadãos. Já tivemos casos de bairros pelos quais passamos, fizemos a limpeza, instalamos as caçambas e, em apenas alguns dias, terrenos e calçadas já estavam novamente lotados de entulho”, destaca.

Descarte Cidadão – Para despertar o interesse da população sobre o tema, a Prefeitura Municipal de Paulínia está desenvolvendo campanha educativa que pretende abordar a importância do descarte correto de materiais. “ Não jogar lixo na rua é questão de cidadania e a campanha vem para despertar essa consciência. Afinal, cuidar da cidade é dever de todos nós”, alerta o secretário.

Em caso de dúvida ou sugestões sobre o serviço ligue para 3833-3355.

Confira os pontos fixos de descarte já implantados:

BAIRRO LOCAL
Bom Retiro Esquina da Rua Vicente Martins Campos com a Rua Laurinda Garutti Bordon
Esquina da Rua Alberto Luis Rosário com a Rua Armando Topan
Rua Francisco Braz Prado na altura da Rua Maria Vergínia Arantes
Cascata Rua Seis
Cooperlotes Rua Sérgio Furlan
João Aranha Rua José Bordignon nas proximidades da Rua Carlos Gomes
Monte Alegre Rotatória da Avenida dos Trabalhadores com a PLN 360 (Acesso ao Parque da Represa)
São José I Esquina da Avenida José Puccinelli com a Rua Helena Bassan Vasan
Rua Helena Bosso Prosdocimo
Esquina da Rua Vilma do Carmo Bertho Rosário com a Avenida Pedro Antonio Bordignon
Esquina da Rua Mariuza de Souza Ferrari com a Rua Florindo Neves
 Rua Florindo Neves
Praça entre as ruas Ortêncio Padovani e João Bordin
Esquina da Rua Ana Maria Padovani com a Rua Aristeu Vansan
Esquina da Rua Vitório Canova com a Rua Aristeu Vansan
Esquina da Rua Ismail Anselmo com a Rua Antônio Fernandes Filho
Esquina da Rua Santina Verguetti Vansan com a Rua Lúcia Bissochi Verechia
São José II Esquina da Rua Lyrio Berlatto com a Rua 20
Jardim Amélia Rua 8 entre as ruas 10 e 11
Jardim Fortaleza Esquina da Rua Júlio Pongeluppi com a Avenida Aurea Baraccat
Jardim Leonor I Rua Sônia Maria de Almeida Pietrobom
Jardim Leonor II Rua Erick Gustavo dos Santos
Patropi Rua Manoel de Souza
Residencial Olinda Rua Praxiteles Ferreira Neves entre as ruas Marly Sales Juvenal e Sebastião Martins
Parque dos Servidores Avenida Vivaldo Gonçalves Cortez perto da rotatória
Residencial Vida Nova Avenida Madrid
Esquina da Rua Jurandir Muller com a Avenida Guaraná
São Domingos Avenida Paulista com a Avenida José Vieira
Morro Alto Rua Olívia Favero Piva na altura da Avenida João de Souza Filho
Rua Olívia Fávero Piva altura da Rua Março Ferramola
Esquina da Avenida Paulista com a Rua Aldo Dian
Jequitibás II Rua Jair Pigatto
Parque das Árvores Esquina da Rua Sibipiruna com a Rua Figueira
Essquina da Rua Cedro com a Rua Jatobá

 

ENTENDA O NOVO SERVIÇO

Por que foi preciso alterar o serviço de caçambas à domicilio?
O Plano Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, criado para atender a Lei Federal 12.305/10, deixa claro que o cidadão gerador do entulho deve ser responsável por seu descarte.

Vale ressaltar também que a existência do serviço à domicílio não extinguia os pontos clandestinos de descarte de entulho espalhados pela cidade. Em levantamento realizado pela Secretaria de Obras e Serviços Públicos durante o mês de janeiro, enquanto o serviço ainda estava em atividade, foram identificados centenas de locais utilizados para descarte indevido de materiais.

O serviço já parou completamente?
Não. Todos os pedidos protocolados até 31 de janeiro deste ano serão atendidos. A partir de fevereiro, os moradores passaram a ser avisados sobre o novo sistema.

Como as pessoas foram avisadas?
Ao ligar para solicitar a caçamba, o cidadão é informado sobre o novo serviço e recebe a indicação do ponto fixo mais próximo de sua residência. A Secretaria de Serviços Públicos também fez contato com associações de bairro para falar a respeito da alteração do serviço.

Por que se fala em otimização da utilização das caçambas?
Cada caçamba possui capacidade para armazenar até 5m3 de entulho, o que não era devidamente aproveitado pelos cidadãos. Imagine que a 200 metros de sua casa um morador do bairro solicitou uma caçamba para depositar entulhos. Nela, descartou uma cadeira velha, dois latões de tinta e um pedaço de madeira. No outro quarteirão, outro morador solicita o serviço para despejar restos de material de construção. E assim por diante.

O não aproveitamento da capacidade das caçambas aumenta os custos e não resolve o problema. E mais: ao solicitar a caçamba, algumas pessoas chegavam a aguardar 30, 40 dias. Onde ficavam armazenados os materiais que precisavam ser descartados? Todo acúmulo de entulho e lixo colabora diretamente com a proliferação de mosquitos transmissores de doenças, trazendo graves prejuízos à Saúde da população.

Como vai funcionar o novo serviço?
Após estudos realizados nos bairros da cidade, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos iniciou a implantação dos pontos fixos para descarte de entulho. Ao todo, serão implantadas cerca de 80 caçambas pelo município.  O objetivo é garantir que todos tenham, perto de casa, um local adequado para o descarte de entulhos, que ficará disponível 24 horas por dia.  Portanto, não será mais preciso aguardar para realizar o descarte.
A recolha dos entulhos depositados nos locais corretos será feita periodicamente, ajudando no combate aos mosquitos transmissões de doença.

No meu bairro ainda não tem caçamba. O que devo fazer?
Como o novo serviço ainda está em fase de implantação, a caçamba deve ser instalada em seu bairro em breve. Porém, para colaborar com o aprimoramento dos serviços prestados, registre sua solicitação pelo número 3833-3355.