CES 2017: veja 5 coisas para esperar da feira de eletrônicos mais importante do mundo

Evento completa 50 anos em 2017 com novidades em drones, casa inteligente, realidade virtual e mais;

Entre estimados 20 mil produtos a serem lançados na Consumer Eletronics Show em 2017, de onde podem sair as maiores sensações? Além das TVs e eletrodomésticos, presenças certas desde a primeira edição, quais são os nichos da tecnologia para ficar de olho?

O G1 indica cinco áreas de onde se espera mais evolução neste ano. São campos explorados há alguns anos e que mostram grande potencial recente de gerar produtos que sejam sucesso massivo de público.

Casa inteligente

2016 foi o ano em que os assistentes digitais chegaram aos lares, pelo menos nos EUA. O Echo, da Amazon, foi um fenômeno do Natal e esgotou uma semana antes das festas. Chegar em casa e conversar com seu ajudante eletrônico já é realidade.

Eles ajudam a aquecer esse mercado de objetos domésticos inteligentes, vários deles já integrados aos assistentes. Um exemplo: a Samsung vai mostrar um novo aspirador de pó que se coecta com o Alexa, sistema do Echo – mesmo que Samsung também tenha seu próprio sistema, SmartThings. Ou seja, só com um comando de voz você inicia a limpeza de casa. Tem também chuveiro, cafeteira, panelas, escova de dente, todos levando a internet das coisas ao conforto do seu lar.

Vestíveis

Tem alguns anos que a tecnologia quer chegar pertinho e colar na gente. Há gente que diz que o hype dos vestíveis já passou. Mas ainda há muitas apostas nesse setor, principalmente depois que a pulseirinha Fitbit – consagrada com um prêmio de inovação na CES 2009-, aquela que monitora exercícios, se consolidou mostrou que o grande público quer vestir essa causa.

E nesse ano tem produtos querem ir além dos pulsos. Têm tênis inteligentes que ganham um novo impulso, cachecóis que medem e filtram a poluição e até um ousado amplificador som vestível da LG, que fica preso na frente do pescoço. Esse vai ser um perigo no brasil para aqueles ouvintes mais sem noção no transporte público.

Drones

Este deve ser um ano de drones fartos e mais baratos. Em todos os tamanhos, formatos e cada vez mais acessíveis. A empresa líder na categoria, DJI, precisou de dois espaços de exibição em locais diferentes, então dá para esperar muitas novidades.

Um lançamento curioso é da GDU. Eles foram dos primeiros a investir nos drones dobráveis, que depois viraram tendência. Agora eles apostam em drones modulares. São robozinhos voadores com suportes para qualquer câmera. A aposta é que você não precisa fazer uma compra casada.Você pode trocar de câmera sem necessariamente ter que comprar um drone novo.

Produtora de filmes adultos Naught America vai apresentar novidades em realidade aumentada na E3 2017 (Foto: Divulgação)Produtora de filmes adultos Naught America vai apresentar novidades em realidade aumentada na E3 2017 (Foto: Divulgação)

Produtora de filmes adultos Naught America vai apresentar novidades em realidade aumentada na E3 2017 (Foto: Divulgação)

Realidade virtual e aumentada

Os aparelhos que devem brigar por esse mercado já são conhecidos, como o Oculus Rift – consagrado na CES 2013 – e o Playstation VR. Talvez até apareçam outros óculos. Há boatos de apostas da Qualcomm e da Dell, por exemplo. Celulares também devem incorporar sistemas de realidade aumentada e virtual – os smartphones não têm sua cateroria própria aqui neste top 5 pois as maiores novidades do ano costumam aparecer na Mobile World Congress de Barcelona.

Mas o principal agora é o conteúdo. O que fazer com a realidade aumentada e virtual? É inevitável aparecerem games e experiências inspiradas no sucesso do Pokémon Go, por exemplo. Outra aposta certaé o uso da realidade virtual em filmes pornográficos. A indústria adulta vai ter sua primeira representante na CES em muito tempo com a Naughty America, que está investindo em filmes pornográficos em 360.

Carro

Conectados, elétricos e autoguiados, eles são apostas dos organizadores. Em 2016, o Bolt, carro elétrico da Chevrolet, foi um dos queridinhos da CES. As grandes montadoras estão dando moral para a feira, até mais do que empresas de hardware que preferem ter seus próprios eventos. Esse ano vai ter novidades da Ford, Honda, Volks, Hyundai, Toyota.

Mas talvez o maior destaque seja de uma empresa não muito conhecida. A Faraday Future promete rivalizar com a Tesla com um carro elétrico. Eles mostraram o conceito no ano passado, e neste ano têm um espaço de destaque entre os eventos antes da abertura da feira.