Corpo & Saúde Edição 45 (Abr/Mai 2018)

Na era do videogame, vem aí a Gamificação!

A gamificação tem estado presente em quase tudo o que fazemos em nossas vidas! Já parou pra pensar? É isso mesmo, tudo está sendo “gamificado”. O principal objetivo é aumentar o engajamento e despertar a curiosidade dos usuários e, além dos desafios propostos nos jogos, na gamificação as recompensas também são itens cruciais para o sucesso, seja ele em qualquer segmento ou atividade. A gamificação é, basicamente, usar ideias e mecanismos de jogos para incentivar alguém a fazer algo. No mercado de academias, isso não é diferente, como sempre, as novidades são lançadas em sua maioria das vezes nas academias dos Estados Unidos e depois de um a dois anos, começam a emplacar por aqui. Na última edição do maior encontro do segmento das américas, a IHRSA, isso ficou bem claro, muito em breve a Gamificação pode virar febre por aqui. Eu disse pode pelo seguinte fato: nossa economia está desequilibrada a tal ponto que investimentos desse porte podem não ser tão rentáveis o suficiente para uma oferta em massa. Esse raciocínio também tem a ver com o conceito que se criou, sobretudo pelo crescimento das redes de “low price” e “Low coast”! Painéis eletrônicos nas paredes e no solo, com números e desenhos movidos por toques e sensores de presença são os principais atrativos nas academias e estúdios gamificados. O desafio principal é fazer com que os praticantes se desloquem, façam saltos, movimentos de “barra” etc., tudo isso contra um determinado número de repetições e velocidade dos mesmos, assim se superando contra fatores de tempo e quantidade. Todo esse aparato tecnológico cria um espírito de competição, diversão e superação nos praticantes, fazendo com que a rotina de exercícios não se torne algo monótono e os motivem a aumentar a taxa de frequência da atividade no dia a dia. Quanto maior a frequência de qualquer praticante de atividade física, respeitando os períodos de descanso, é claro, faz com que a rotina e motivação se tornem algo de maior longevidade. Os principais resultados desse conceito estão diretamente ligados a metas alcançadas e ao habito diário. Agora é esperar pra ver. De que maneira o mercado brasileiro irá se adaptar e aderir a esse mais novo apelo tecnológico. Enquanto isso, busque as atividades que mais lhe agrada, pois assim você poderá melhorar a sua freqüência e automaticamente atingirá melhores resultados. Vale lembrar que toda atividade deve ser orientada e supervisionada por um profissional de Educação Física, devidamente regulamentado pelo conselho da categoria (CREF). O Futuro está muito perto! Bons treinos!