Corpo & Saúde – Edição 53 (Dezembro 2019)

O cabide mais caro do mundo!

Centenas de vezes já me perguntaram sobre qual esteira deveriam comprar para uso doméstico. Minha resposta nos dias de hoje, baseado sobretudo na experiência que já tive com os amigos nos últimos anos: “Você conhece o cabide mais caro do mundo?”. As pessoas costumam ficar chocadas com a pergunta (risos). Triste realidade, mas é o que ocorre com 99% das pessoas que conheço.

A esteira acaba virando cabide nos primeiros dias e, com o passar do tempo, acaba indo “morar” no quartinho de despejo.

Certa vez, um amigo atendeu o pedido da esposa de comprar uma esteira. Após questioná-la por inúmeras vezes, acabou montando a esteira em um dos cômodos da casa. Todos os dias, o marido perguntava para a esposa:

“Como foi hoje?” e a esposa respondia: “Muito bem, 30 minutos.” Assim os dias foram se passando e os minutos de uso aumentando, segundo ela. Certo dia o marido perdeu a paciência e disse: “Suma com essa esteira daqui”. A esposa toda assustada respondeu “Agora que eu estava animada?”. Por fim o marido revelou: “Levante a esteira e veja a marcação que fiz embaixo da lona, estão sempre alinhadas”.

Esse foi mais um final feliz de como se adquirir o “Cabide mais caro do mundo”.

Muito bem, sabe aquele 1%? Ele existe. Para se utilizar esteiras, bicicletas e outros equipamentos em casa, é necessária uma disciplina mais que avançada. Fatores comuns são grandes aliados negativos, como: filhos, telefone, Internet etc. Tudo isso poderá lhe atrapalhar facilmente na rotina. Além disso, praticar atividade sem uma boa orientação profissional, poderá trazer alguns vícios e lesões, além de uma evolução na falta de motivação. Não estou aqui querendo desanimar ninguém através desse texto, mas apenas sendo realista com o que acontece com a maioria das pessoas. Procure atividades que, de preferência, você consiga manter na rotina, que sofram menos influencias negativas possíveis. Pense nisso antes de gastar o seu dinheiro. Programe-se da melhor forma e não deixe de estar fisicamente ativo.

Bons treinos!