Derico se apresenta em Paulínia nesta quinta-feira, dia 03, com entrada franca

Derico Sciotti, o saxofonista do Programa do Jô, e o grupo Pelo Telephone fazem mais
uma apresentação do projeto “Pelo Telefone”, dessa vez levando muito chorinho e
história da música brasileira para Paulínia. A apresentação acontece no dia 03 de agosto,
às 20h, no Theatro Municipal de Paulínia.

O projeto “Pelo Telefone” vai encantar o público em 12 apresentações do Derico e do
grupo em diversas cidades do interior de São Paulo, apresentando clássicos do chorinho
com arranjos especiais que são trabalhados para formação de dois violões, cavaco,
bandolim, flauta e percussão.

No repertório da apresentação, o choro e o MPB Instrumental são os protagonistas, em
canções de grandes compositores como Pixinguinha, Cartola, Durval Ferreira, Waldir
Azevedo, Jacob do Bandolim, Ernesto Nazareth, Calado, entre outros.

Durante o show, o grupo ainda vai divertir a plateia contextualizando cada uma das
canções apresentadas, contando sua história e criação, além de entreter o público com a
história do samba no Brasil, que passeia por esses clássicos e tem como origem a
música “Pelo Telefone”, homenageada também pelo projeto. “[a história do samba] se
inicia com o primeiro samba gravado no Brasil, quando o compositor Donga, em 1916,
gravou “Pelo Telefone” e iniciou um a história muito rica em nossa cultura”, contou
Derico.

Esse projeto é uma iniciativa da Derico Produções, realizada pelo Governo do Estado de
São Paulo a partir de recursos do ProAC (Programa de Ação Cultural) e conta com o
apoio da Prefeitura Municipal de Paulínia. O patrocínio é da RB (Reckitt Benckiser),
empresa global líder em bens de consumo de saúde e higiene. Com o propósito de
oferecer soluções inovadoras para vidas mais saudáveis e lares mais felizes, a RB
orgulhosamente comercializa no Brasil diversas marcas em várias categorias, entre elas:
Veja, SBP e Vanish.

Serviço –O show acontece na quinta-feira, 03 de agosto, às 20h, no Theatro Municipal
de Paulínia (Av. Pref. José Lozano Araújo, 1551, Parque Brasil 500). A entrada é
gratuita.