Um dos mais conceituados advogados de Paulínia faz aniversário junto com a cidade e quer retribuir tudo que o município já lhe deu 

POR FERNANDA MARQUES VALENTE
FOTOS: WAGNER ROCHA | ARQUIVO ZAP| ALEXANDRE ERDEI SZILLAGYI 

> Em 2007 o Dr. Peixoto abriu seu próprio escritório: o Advocacia Paulínia, na Galeria Ypê. Pouco tempo depois, ele mudou para o prédio próprio onde está até hoje, na Rua Padre José de Anchieta, 90, no bairro Vista Alegre

Ele nasceu no mesmo dia que a cidade de Paulínia comemora sua emancipação, só que com cinco anos de diferença. Edson Fernando Peixoto, conhecido na cidade como Dr. Peixoto, conta que sua família materna sempre foi de Paulínia. 

De origem humilde, ao casar, sua mãe foi para São Paulo. Quando ele tinha 7 anos, seus pais se mudaram para cá e, desde então, nunca mais pensou em sair daqui. “Para mim foi a melhor coisa do mundo, vir para Paulínia foi uma benção. Essa cidade me deu tudo”, valoriza o advogado.  

Dr. Peixoto começou a trabalhar cedo, aos 14 anos, na multinacional Shell, emprego esse que mudaria sua vida por vários motivos. “Trabalhei 17 anos na Shell, uma empresa de grande porte onde tive a oportunidade de adquirir experiência no setor administrativo que mais tarde seria um grande diferencial para minha carreira na advocacia”, recorda.  

Foi a Shell também, indiretamente, que lhe abriu as portas para ele advogar. Em 2012, quando a empresa encerrou suas atividades na cidade, Peixoto foi nomeado pelos trabalhadores como representante dos funcionários na pauta de reivindicações. Na época ele já era formado em Direito, mas como trabalhava na empresa, ainda não advogava.  

“Foi meu primeiro caso, mas um dos mais importantes. Fui o advogado precursor do Caso Shell, tive que estudar muito e lutar bastante em prol dos 202 trabalhares diretos que ficaram desamparados naquele momento. Eu consegui negociar e melhorar as condições de rescisão, por isso, muitos me procuraram depois da negociação com a empresa para cuidar de seus casos individuais e posso dizer que esse episódio abriu muitas portas para minha vida profissional no ramo da advocacia”, revela o advogado. 

> Escolhidos a dedo, o Dr. Peixoto divide o escritório com os profissionais Roberto Reis, Renan Gonzales e Marcella Lopes

Formação e experiência 

Em 2007 o Dr. Peixoto abriu seu próprio escritório: o Advocacia Paulínia, na Galeria Ypê. Pouco tempo depois, ele mudou para o prédio próprio onde está até hoje, na Rua Padre José de Anchieta, 90, no bairro Vista Alegre.  

Pós-graduado em Direito Público pela Esamc e Delegado da Federação Brasileira de Defesa dos Direitos Humanos, durante sua carreira ele chegou a ser Diretor Geral da Câmara Municipal de Paulínia.  

Sua experiência no mundo corporativo contribuiu na organização e agilização dos processos. “Eu trouxe toda minha expertise com gerenciamento para o escritório. Fiz e faço até hoje o planejamento orçamentário, toda a parte de contabilidade, fluxo de caixa, questões de RH, tudo isso eu implantei e pude colher os resultados ao longo desses anos todos”, comenta.  

Dr. Peixoto conta que uma das reclamações trazidas pelos clientes de outros advogados era a questão da pós-contratação, por isso, criou uma linha direta para seus clientes poderem se comunicar com ele e os demais advogados que atendem no escritório.  

E por falar em colegas de trabalho, escolhidos a dedo, o Dr. Peixoto divide o escritório com os profissionais Marcella Lopes, Roberto Reis e Renan Gonzales. “Tenho orgulho em dizer que comando uma equipe plenamente capacitada para atender todos os ramos do Direito, seja na área civil, trabalhista, empresarial, previdenciária, criminal, eleitoral, entre outras”, alega. 

Serviços 

A Advocacia Paulínia trabalha a maioria de seus processos com Ações de Êxito, ou seja, ações em que o advogado aposta junto com o cliente. Não há desembolso da parte do cliente, os honorários serão pagos quando a causa for ganha. “A pessoa já está prejudicada e na maioria das vezes não tem condições financeiras de arcar com as custas. Então nós vestimos a camisa da causa e acreditamos na nossa competência para vencer e pagar nosso trabalho”, explica.  

Por conta dessa diretriz a rotatividade de processos é muito grande e são muito procurados pela população. Um outro serviço do escritório é a assessoria empresarial. “Eu vejo que a grande sacada da advocacia corporativa é a advocacia preventiva, ou seja, as empresas trabalharem de maneira a evitar o processo. Fazemos análise de contratos para que se evite problemas futuros”, destaca. 

Seus anos de dedicação aos clientes lhe renderam, por três anos, o prêmio Top Of Mind do ZAPfest. Isso quer dizer que ele foi o advogado mais lembrado pela população nas pesquisas realizadas em Paulínia para a premiação

Top Of Mind  

Seus anos de dedicação aos clientes lhe renderam, por três anos, o prêmio Top Of Mind do ZAPfest. Isso quer dizer que ele foi o advogado mais lembrado pela população nas pesquisas realizadas em Paulínia para a premiação. “Na primeira vez eu fiquei surpreso, mas muito satisfeito. É um reconhecimento enorme, ainda mais em uma cidade com centenas de advogados. Isso só me mostrou que estou no caminho certo e me deu disposição para continuar me qualificando e me aprimorando para atender cada vez melhor”, declara o Dr. Peixoto. 

Planos futuros  

Não foi só na pesquisa do ZAPfest que o Dr. Peixoto apareceu nos últimos anos. Ele conta que não é de hoje que vem sendo convidado a se juntar aos partidos e lançar uma candidatura, já que aparece constantemente nas pesquisas de prováveis candidatos a vereador e prefeito dos grupos políticos da cidade.  

Participante ativo desse meio, ele que é filiado atualmente ao PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro) e já foi assessor político anteriormente, começa a considerar aceitar os convites. “Eu venho me destacando nas pesquisas há um bom tempo e vários grupos já me chamaram, mas eu sempre neguei. Atualmente estou pensando seriamente em me dedicar a isso e, desta forma, retribuir a Paulínia tudo que ela me deu até hoje”, avalia.  

Para o advogado, seus conhecimentos e sua competência podem fazer a diferença. “Eu vejo a situação política da cidade e também do país e muitas vezes me sinto culpado pela omissão, por nunca ter me candidatado a algum cargo público. Eu acredito que temos que ser a diferença que queremos no mundo, e sei que posso contribuir para mudar esse cenário e deixar uma cidade melhor para nossos filhos e netos”, finaliza.