Estudo e solidariedade

Grupo espírita Renovar comemora seus 30 anos em Paulínia, celebrando uma história que começou na salinha do escritório de um dos fundadores e hoje conta com sede própria, recebendo fraternalmente mais de 500 pessoas por semana

DA REDAÇÃO
FOTOS: DAMARIZ GALVEZ

Fundado em fevereiro de 1988, o Grupo Espírita Renovar celebra em 2018 os 30 anos da Casa em Paulínia. De acordo com membros da Diretoria, o grupo começou em uma salinha do escritório de contabilidade de um dos fundadores.  Com a rápida demanda por espaço, precisaram mudar, indo para um imóvel alugado no bairro Santa Cecília, em frente de onde está instalado o Ibis Hotel. Em 1994 o grupo foi para o local onde funciona até hoje, sua sede própria, no Jardim Fortaleza. Desde a construção até as várias reformas e ampliações pela qual já passaram, todas foram realizadas com o apoio de voluntários colaboradores que se simpatizam e frequentam o Renovar.

Ações sociais: parte das voluntárias do projeto Bem-Vindo trabalhando no Kit para recém-nascidos entregue para mães em condições de vulnerabilidade social

Estudos e trabalho social

Segundo os diretores, durante as primeiras reuniões do grupo, em 1988, eles receberam uma mensagem que falava assim: “Não basta elucubrar, é preciso Renovar”. Foi uma frase tão forte e a palavra ressoou a tal ponto de colocarem o nome do grupo de Renovar. Entenderam que a renovação de que se falava era a renovação pessoal interna de cada um. E para contribuir com essa renovação interna das pessoas, o grupo é focado nos estudos, oferecendo cursos e palestras constantemente, tudo embasado nas obras de Allan Kardec. Apesar de voltado para os estudos, o Renovar também desenvolve trabalhos de cunho social. Um deles, de grande importância e abrangência é o projeto Bem-Vindo. Cerca de 40 voluntárias trabalham continuamente na produção de kits para recém-nascidos que são entregues a mães em situação de vulnerabilidade social, ou seja, que muitas vezes não têm nada de enxoval para sair do hospital. Os dirigentes acreditam que quando a pessoa começa a estudar a doutrina e fazer sua reforma íntima, automaticamente começa a fazer ações de caridade de forma natural, espontânea. Prova disso é que são doados cerca de 200 kits por ano, entregues no Caism (Unicamp) e Maternidade de Campinas. Os kits são feitos com tecidos frutos de doações recebidas de empresas têxtil de Americana e contém roupinhas, sapatinhos, toalhas, fralda, bolsa, produtos de higiene etc. Eles se orgulham em dizer que o projeto conta com voluntários de outros grupos e religiões, provando que o amor diminui diferenças e aproxima pessoas. Outro projeto do Renovar é o bazar beneficente realizado uma vez ao mês. Nele são vendidos roupas, sapatos e acessórios em perfeito estado de conservação advindos de doações que passam por triagem na qual recebem reparos, são higienizados e colocados à venda por valores simbólicos, dando oportunidade das pessoas adquirirem as peças de maneira justa e digna. Como recebem muitas doações, parte delas são repassadas a outras entidades ou casos específicos de real necessidade. Entre acolhimento fraterno, preleção, passe, cursos e projetos sociais, os dirigentes estimam que mais de 500 pessoas passem pela casa semanalmente.O Renovar fica na Rua Antônio Pazetti, 277 – Jardim Fortaleza, Paulínia– SP. Para saber mais sobre os horários de atendimento, informações sobre os cursos e trabalhos sociais, acesse o site www.renovarpaulinia.com.br ou envie um email para contato@renovarpaulinia.com.br.

Casa fica no Jd. Fortaleza: entre acolhimento fraterno, preleção, passe, cursos e projetos sociais, os dirigentes estimam que mais de 500 pessoas passem pela casa semanalmente