Meio século de Red Balloon

Com o lema “Inglês divertido levado a sério” e especializada em crianças e adolescentes, escola de Inglês que possui unidade em Paulínia completou 50 anos em 2019

POR FERNANDA MARQUES VALENTE

FOTOS: CRISTIANO AVELLINO| DIVULGAÇÃO/RED BALLOON

Não são 50 dias ou 50 meses, são 50 anos! Em 2019 a escola de inglês Red Balloon completou meio século de existência. A unidade paulinense abriu as portas em 2015 apenas para os alunos do Anglo Paulínia. Com o sucesso entre os estudantes e a procura de pessoas de fora, pouco tempo depois a unidade abriu suas portas para toda a comunidade.

Quem era aluno do Anglo Paulínia e ingressou na escola de inglês no ano em que inaugurou, fez parte da 1ª turma e estuda lá até hoje é o aluno João Victor Souza Ramos, 9 anos. “Assim que ficamos sabendo que abriria uma Red Balloon na cidade, corremos matriculá-lo”, conta a mãe, a empresária Elisabeth Pinto Ramos.

“Saber inglês é essencial, ainda mais nos dias de hoje. A escola fica perto da nossa casa, temos contato direto com os professores, a turma é pequena, então o aprendizado e a atenção são dobrados. Vemos o desenvolvimento constante dele com a língua inglesa e estamos muito satisfeitos”, completa o pai, o engenheiro Eduardo Carvalho Ramos.

João conta que gosta de ir às aulas, não gosta de faltar e mantém as lições sempre em dia. Uma de suas atividades preferidas é o Spelling Bee (soletração). “Para nós é a melhor escola de inglês que tem”, elogia a família.

Diferenciais

Com o lema “Inglês divertido levado a sério” e especializada em crianças e adolescentes, a Red Balloon tem como premissa que educar crianças e adolescentes é muito mais do que apenas ensinar a eles um novo idioma. “Os alunos são submetidos a regras de convivência e são encorajados a desenvolver sua autonomia e autoconfi ança. Nossas práticas de gerenciamento de comportamento são baseadas na disciplina positiva e no conceito de mentalidade de crescimento”, revela a coordenadora da Red Balloon de Paulínia, Karina de Almeida.

A coordenadora explica que a escola de Inglês utiliza uma metodologia exclusiva com abordagem Maker/ STEAM, além da plataforma ‘gamificada’ usada em aula e em casa. Ao longo do ano são oferecidas atividades extracurriculares e acampamento em inglês.

Fora tudo isso, alguns dos grandes diferenciais da Red Balloon são: inglês a partir dos três anos, carga horária de 4 horas semanais e turmas de, no máximo, 13 alunos. O resultado é um índice altíssimo de satisfação entre pais e alunos e mais de 90% de aprovação nos exames de Cambridge.

50 anos de tradição

Fundada em 1969 pelo casal Raquel e Moisés Lam, a escola se destacou por oferecer, desde o início, além do ensino de Inglês, atividades artísticas, culinária, teatro e música. O método Red Balloon começou em São Paulo, fortaleceu-se com o tempo e está presente em todas as regiões do Brasil.

 

Com apenas 11 anos, Rodrigo é o interprete oficial da família

“Os textos em inglês eu já leio como se fossem em português”, responde Rodrigo Braz Chionha, de apenas 11 anos, quando questionado como é ler em inglês, e completa dizendo que quando o pai precisa acessar arquivos no idioma estrangeiro já corre chamá-lo.

O aluno ingressou na Red Balloon Paulínia quando estava no 1º ano do Ensino Fundamental e agora já está indo para o 6º ano em 2020. “É a melhor escola de inglês que tem. É um lugar que eu realmente consigo aprender, tem um ótimo sistema de ensino”, elogia Rodrigo, que tem como atividades favoritas o Be a Chef, Quiz e Digi World.

E não é só em casa que o aluno é solicitado não, toda vez que a família viaja para o exterior ele é o intérprete oficial. “Ele super se vira e salva a família inteira quando vamos para o exterior. No hotel, nos parques, nos restaurantes, nas lojas, ele que lê, conversa com os estrangeiros e traduz tudo pra gente”, afirma a mãe, Areta Braz, orgulhosa.

Da última vez que viajaram, uma família com dois filhos foi junto. “Vendo o Rô interagindo com tudo e todos por lá, na volta eles correram matricular os filhos na Red Balloon. A gente adora a escola e indica para todo mundo. O acolhimento que ele recebe aqui é diferenciado, além de vermos na prática os resultados do ensino que é realmente excelente”, elogia Areta. “Só vou sair daqui quando terminar o Teen 6”, finaliza Rodrigo com ar de decidido e olhando para a mãe que balança a cabeça em sinal positivo.