Nós vivemos para servir

Lions Clube de Paulínia: trabalhando para fazer a diferença sempre

POR THAÍS BEZERRA
FOTOS: WAGNER ROCHA/ DIVULGAÇÃO

Há 43 anos na cidade, o Lions Clube de Paulínia vem cumprindo com a missão da instituição que é servir ao próximo, atendendo as suas necessidades humanitárias. Atualmente comandado pelo casal Fernando Palma e Andrea Rubini, o Lions oferece um clube de serviços para a população e conta com o apoio de voluntários que trabalham juntos para fazer a diferença.

Uma das campanhas que está sendo desenvolvida é a da Visão, lançada em parceria com a Prefeitura de Paulínia e a Óticas Carol, no dia 14 de agosto. Por meio da campanha, que já atendeu no processo de triagem mais de 9 mil crianças desde que foi lançada, alunos da escola municipal Maestro Marcelino Pietrobon terão a oportunidade de ganhar óculos, caso seja diagnosticado algum problema de visão.

A escola possui 1,3 mil alunos e todos passarão pela triagem e, conforme a necessidade, serão encaminhados para consultórios oftalmológicos da rede pública. O lançamento oficial da Campanha da Visão 2019 “O Essencial é Invisível aos Olhos” aconteceu no Theatro Municipal de Paulínia com a presença dos companheiros e parceiros e a novidade para esse ano é que os usuários do Centro de Atenção Psicossocial também participarão da campanha e receberão atendimento e óculos, se constatada a necessidade.“Nossa campanha é pautada pelo tripé conscientização, prevenção e tratamento”, explica o presidente do Lions Clube Paulínia, Fernando Palma.

O presidente ressalta que a instituição está de portas abertas para quem quiser ser voluntário. “Nós temos os sócios do clube, que pagam uma contribuição, porém, quem quiser ser voluntário, pode se unir a nós sem ter que pagar nenhuma contribuição”, explicou.

Campanhas Sociais

Além da Campanha da Visão, o Lions Paulínia também está participando da Campanha da Paz, lançada no dia 27 de agosto, na Escola Estadual Núcleo Habitacional José Paulino Nogueira. O concurso acontece no mundo inteiro e premia os melhores cartazes produzidos por alunos de 11 a 13 anos, com temas relacionados a paz.

“Através desse concurso, as crianças de todo o mundo têm a chance de expressar suas visões da paz e inspirar o mundo por meio da arte e da criatividade”, explicou Palma. A instituição promove ainda a Campanha da Pizza, em prol da Fundação Neemias. Além disso, também foi realizado este ano um desfile beneficente, em parceria com a loja Irene Moreira, para angariar fundos para o Centro Infantil Boldrini.

Segundo ela, o Lions também empresta aparelhos ortopédicos, como muleta, para quem não tem condições de comprar. Além disso, a instituição conta com o Clube das Mães. “Por meio dele, fazemos visita e doamos enxoval para o bebê, quando há necessidade”, explicou.

O Lions

Com mais 1,4 milhões de associados, o Lions Clubs Internacional é a maior organização de serviços no mundo. De acordo com texto publicado no site oficial da instituição, “ser um Leão é liderar dando exemplo, construindo relacionamentos e melhorando o mundo por meio da bondade”.

Fundado em 1917, atualmente o Lions está presente em mais de 200 países e áreas geográficas, e possui 48.000 clubes. Os clubes são lugares onde as pessoas se reúnem para doar o seu tempo e trabalho para melhorar as comunidades e o mundo. As causas globais trabalhadas pelos clubes são: diabetes, visão, fome, meio ambiente e câncer infantil.

Sua missão é empoderar os voluntários para que sirvam às suas comunidades e atendam às necessidades humanas, fomentem a paz e promovam a compreensão mundial.

“Somos um grupo de homens e mulheres que unidos servimos mais e melhor fazendo a diferença na qualidade de vida na comunidade paulinense”, pontuou Palma.

Leos

O Lions Clube de Paulínia conta com o apoio de 15 Leos. Os Leos são jovens dedicados que percebem o poder da ação. Juntos, Leos e Leões trabalham em parceria.

“Acredito muito no trabalho dos Leos, por isso, como presidente, dou bastante apoio e incentivo a eles. São jovens com vontade de ajudar e que têm muito a acrescentar ao nosso trabalho”, afirmou Palma.

O primeiro clube de Leos foi formado na Pensilvânia, EUA, em 1957. Agora, mais de 50 anos desde o começo, os Leos tornaram-se uma força internacionalmente reconhecida do bem – oferecendo ativamente gentileza e serviços às comunidades e ao mundo.

“Unimos forças para fazer tudo o que estiver ao nosso alcance. Estamos sempre dispostos a servir. Aproveito para deixar aqui um convite a todos que queriam conhecer nosso clube. Serão muito bem-vindos”, finalizou o presidente.