Leslie Rosa, 43 anos, perdeu mais de 30kg e conquistou 6 medalhas em campeonatos de Powerlifting nacional

POR EDUARDA ARAÚJO
FOTOS: EDUARDA ARAÚJO | ARQUIVO PESSOAL

Leslie Rosa mudou totalmente a narrativa da sua vida em 2017 quando decidiu se comprometer a perder peso. A líder do departamento de Limpeza da Clip Academia, de 43 anos, tinha uma visão muito diferente de si: ela não se reconhecia quando olhava no espelho e, principalmente, não gostava do que via. Foi então que procurou a ajuda de Mario Tarasiuck, treinador da academia em que trabalha e atleta de Powerlifting.

Do sedentarismo ao Powerlifting: aos 43 anos Leslie enfrentou todas as barreiras e reescreveu sua história, chegando ao título de Campeã Brasileira de Powerlifting em 2019

Desde então, Leslie passou por uma mudança completa em sua alimentação e iniciou a prática de exercícios físicos. Segundo ela, fazer academia nunca a agradou muito e idas e vindas fizeram parte da sua história, nunca realmente se comprometendo com a perda de peso. Porém, quando começou a ver as mudanças físicas, tanto na aparência quanto na saúde, Leslie se sentiu cada vez mais motivada.

A atenção e o cuidado do treinador também foram decisivos e os principais fatores para ela se manter firme ao seu objetivo, o que a fez perder mais de 30kg desde 2017. “O Mario sabia das minhas lesões e respeitava as minhas dificuldades, estando sempre ao meu lado me auxiliando e motivando. A Clip tem vários profissionais ótimos, mas o Mario, com certeza, foi o principal motivo de eu ter chegado aonde cheguei”, afirmou Leslie.

De Sedentária a atleta

Mesmo após tanta dedicação e esforço para alcançar seu objetivo inicial de perder peso, Leslie continuou provando que era capaz de mais…

A admiração pelo Powerlifting teve influência de seu treinador Mario, que também é atleta do esporte, disputando até em competições internacionais da modalidade.

O interesse em começar a praticar a atividade – que se trata de um esporte de força no qual o objetivo é levantar o maior peso possível em cada um dos movimentos que compõem as três modalidades da prática (agachamento, supino e levantamento terra) – começou a despertar dentro de si quando via Mario treinando, mas Leslie nunca imaginou que seria capaz. “Um dia eu comentei com o Mario sobre a minha vontade de começar a treinar o Powerlifting, mas logo que falei já voltei atrás. Sem me falar nada, ele mudou meu treino no dia seguinte e foi aumentando a carga”.

Gradativamente Mario foi intensificando o treino até que um dia surpreendeu Leslie afirmando que ela estava preparada para a sua primeira competição. A mulher de 43 anos que a pouco tempo tinha saído da vida de sedentarismo não acreditou que poderia competir, mas “só para brincar”, como sugeriu o treinador, decidiu participar.

Sem nenhuma pretensão, Leslie saiu da sua primeira competição, há pouco mais de um ano atrás em Paulínia, com duas medalhas. Hoje, é Campeã Brasileira de Powerlifting e já conquistou seis medalhas no esporte.

“Quando tem alguém do seu lado em que se confia e que acredita em você, fica muito mais fácil. Você passa a confiar em si mesma”, confessa.

 

Leslie ainda acrescentou o quanto era importante nesta jornada o apoio da família e saber que era um bom exemplo para suas netas. “Para mim, a melhor coisa é quando eu estou competindo e vejo minha família lá, torcendo por mim, minhas netas gritando: – Vovóóó!- É maravilhoso! Nunca imaginei que tudo isso seria possível”, contou emocionada.