Boca Saúdavel Edição 44 (Fev/Mar 2018)

Sensibilidade Dental 

Sabe aquela dorzinha chata que surge como pontadas nos dentes após comer um alimento muito gelado ou quente? Ela é conhecida como sensibilidade dental. Mas doces e ácidos também podem provocar o desconforto. Isso acontece quando o esmalte do dente está fraco e não pode proteger sua dentina, deixando-a exposta a estímulos exteriores. Existem causas para o problema, mas retração gengival e doenças periodontais estão no topo da lista. Entenda como evitar o ou tratá-lo caso ele apareça. Quando a sensibilidade dentária se torna uma companheira diária e decisões simples começam a ser repensadas, como comer um doce, um sorvete, tomar um café… está na hora de você entender como dentes sensíveis podem afetar seu dia a dia. Mesmo que pareça mais fácil aprender a conviver com o desconforto em vez de procurar ajuda, entenda que “a sensibilidade pode afetar a saúde bucal não apenas pela dor mas também por, de certa forma, causar limitação na higienização do paciente, levando ao desenvolvimento de outros problemas bucais”. Esse tipo de dor é causada pela exposição dos dentes a traumas causados pela escovação, má oclusão, alimentos ácidos frequentes, ou até por tratamentos mal executados. Assim, apesar da sensibilidade não ser uma doença, ela pode acabar sendo a porta de entrada para outros perigos. Se não tratada ou prevenida, essa condição pode levar à inflamação do tecido pulpar de forma irreversível (pulpite) e a necessidade de terapia endodôntica. Algumas medidas podem ser tomadas visando a melhora do quadro de sensibilidade, tanto pelo dentista quantopelo paciente. Usar uma escova com cerdas extra macias, não aplicar força durante a escovação e creme dental específico para sensibilidade pode ajudar. Por outro lado, o dentista também pode fazer sua parte, realizando a aplicação de verniz fluoretado nas áreas mais sensíveis, restaurando aquelas que perderam esmalte, além de prescrever cremes dentais específicos para sensibilidade. Assim, com paciente e dentista trabalhando juntos em prol da recuperação, as chances de solucionar o problema são ainda maiores. O dentista pode diagnosticar e ajudar a resolver os fatores causadores da sensibilidade dental.

TENHA QUALIDADE DE VIDA,

SE LIVRE DA SENSIBILIDADE

DENTÁRIA!!!