Turis_tando Edição 45 (Abr/Mai 2018)

No inverno ou no verão, Bariloche é diversão na certa!

San Carlos de Bariloche, ou apenas Bariloche, como é mais conhecida, é o destino de inverno mais famoso da Argentina e um dos mais populares entre os brasileiros. Localizada junto à Cordilheira dos Andes, na província de Rio Negro, é a porta de entrada da belíssima Patagônia argentina. Suas imponentes montanhas cobertas pela neve atraem quem busca aquele clima de alpes suíços, mas a verdade é que Bariloche tem atrações o ano inteiro. Vamos embarcar nessa aventura?

Cerros

Se você vai para Bariloche no inverno, os passeios para os “cerros” – ou colinas, em espanhol – serão uma grande parte da viagem. Começando pelo Cerro Catedral, centro de esqui mais tradicional de Bariloche, indicado para esquiadores e para quem deseja apenas apreciar a incrível paisagem saboreando um chocolate quente. Possui 70 km de pistas com diversos graus de dificuldade, moto de neve e snowboard. No Cerro Otto, a 5 km do centro da cidade, você começa o passeio em um teleférico com janelões de vidro. O visual do Lago Nahuel Huapi fica ainda mais impressionante do topo da montanha. Na sua confeitaria giratória, há delícias como chocolate quente, chás, café e tortas. Já o Cerro Tronador, no Parque Nahuel Huapi, você tem uma vista deslumbrante dos lagos, do Vale Vuriloches, de bosques e da geleira Ventisquero Negro.

Passeios imperdíveis

As paisagens de Bariloche são um convite para passeios ao ar livre. Um dos mais belos é para a Villa La Angostura, ao pés dos Andes, com lagos, rios e bosques. Na época de neve, a dica é conhecer o Complexo Piedras Blancas, localizado na parte sul do Cerro Otto, a 1.200 metros de altitude, perfeito para esquiar nas pistas para iniciantes, passear de trenó, teleférico, tirolesa e saborear uma torta caseira com chocolate quente. E que tal uma típica noite nórdica? Neste divertido e famoso passeio, que acontece apenas durante as noites de inverno, você faz um percurso pelos bosques dirigindo seu próprio quadriciclo. Depois de uma parada em um mirante e relaxar à beira da fogueira degustando um bom vinho argentino, a noite termina com um saboroso jantar com pratos típicos de primeira da culinária patagônica. E não saia de Bariloche sem fazer o passeio de barco pelo Lago Nahuel Huapi, que começa em Porto Pañuelo e cuja primeira parada é no Bosque de Arrayanes. Suas árvores avermelhadas inspiraram Walt Disney a criar o personagem “Bambi”. Em seguida, parada na Ilha Victoria, a maior do lago, que tem lindas sequoias. E ainda tem uma caminhada até a Playa del Toro, que abriga nas rochas pinturas rupestres que datam de mais de 500 anos.